Attis

 

«Noûs (Intelecto) primogénito foi o Nomos ( a Lei ) Geradora de tudo, O Segundo a seguir ao primogénito foi o Caos transbordante, A Terceira a ser criada foi Psyche, Com a responsabilidade do Nomos, Revestindo para isso a forma de uma gazela na bruma Amada pela morte, foi vencida. Ora tendo na mão o ceptro vê a luz Ora fica a chorar, escondida na gruta. Ora se alegra, ora se lamenta, Ora julga, ora é julgada, Ora morre, ora nasce. A infeliz penetrou, errante, Num labirinto de males sem fim. Mas Jesus disse: Vê, Pai, Esta procura dos males da terra Que se desenvolveu a partir do teu Sopro; Ela tenta fugir do Caos amargo E não sabe por onde ir. Envia-me em missão, Pai. Descerei, com os selos, Atravessarei todos os Éons, Desvendarei todos os mistérios, Revelarei as formas dos deuses E chamarei Gnose aos segredos do Santo Caminho, farei a sua transmissão.»

Anúncios